Como organizar o seu negócio em um cenário econômico desfavorável

Elaboração do planejamento estratégico pode auxiliar as empresas a enfrentar e superar crises; Visão externa da consultoria contribui para identificar oportunidades e riscos

Um dos grandes mantras de empresários e empreendedores traz a ideia de que as crises trazem ao mesmo tempo as oportunidades. A frase pode soar otimista, mas carrega também um quê de verdade. Muitas empresas que parecem estar em crise ao se depararem com um momento ruim, carecem, apenas, de organização para superar essas fases e voltarem a viver etapas mais tranquilas.

Recentemente, abordamos no blog, as chamadas crises da prosperidade, quando o bom momento econômico reflete de forma negativa na empresa em função do descontrole. Por isso, medidas simples podem resultar no bom resultado empresarial, independente do quadro econômico. Em geral, as consultorias financeiras são fundamentais nesse processo, identificando melhorias e contribuindo para adequar o planejamento estratégico. Veja quatro pontos importantes deste processo:

1. Seja ágil e efetivo

Agilidade no processo produtivo, em geral, resulta em mais produtividade. Ou seja, sua capacidade produtiva estará otimizada conforme a demanda, reduzindo custos e garantindo um bom atendimento ao consumidor. As experiências de compra – cumprimento de prazos, qualidade do produto e do pós-atendimento – determinam a possibilidade de fidelizar um cliente ou não. Ou seja, essa efetividade precisa ser frequente, mas ganha ainda mais importância em momentos de crise.

2. Crie diferenciais

Como fazer com que o consumidor lembre de sua empresa? Um produto diferente, o atendimento cuidadoso, as novidades lançadas, a forma de comunicação, entre outros aspectos, pode significar o diferencial da sua empresa em um mercado competitivo – levando-o a gerar uma relação com a marca ou produto. Esse diferencial exclusivo é determinante para tomar decisões do planejamento estratégico.

3. Use as ferramentas adequadas

Sua empresa conta com um sistema de gestão? Implantou um CRM? Tem as informações dos clientes, facilitando o atendimento de consumidores? Para cada uma dessas perguntas – e para cada área –, existem ferramentas específicas que devem ser usadas pelos departamentos. Um planejamento estratégico eficaz vai levar a integração e a otimização dos setores, visando a melhoria da performance como um todo, mesmo em momentos difíceis.

4. Estratégias de crescimento

O planejamento estratégico vai indicar as estratégias de crescimento da empresa. Um momento de crise, por exemplo, gera oportunidades para setores que, na contramão da maioria, aumentam os seus resultados. Sua empresa pode ingressar nesse mercado específico? Em período de curto, médio e longo prazos, quais serão os investimentos feitos a fim de garantir uma empresa saudável? Respostas para essas questões são, por vezes, difíceis para os empresários, visto que estão no dia a dia da empresa, com um olhar viciado. Por esse motivo, o frescor de uma consultoria pode auxiliar a identificar essas oportunidades e os riscos existentes.

Quer identificar seus pontos fortes e fracos? Marque uma reunião com a Jaworski.